Dados geográficos e símbolos nacionais

 

outros símbolos nacionais

 

 

A BANDEIRA

 

A bandeira de Orange é composta de duas seções, uma laranja e outra azul, separadas por uma faixa branca, que vai do canto inferior esquerdo ao superior direito. As cores representam a Casa Real Holandesa, uma das matrizes culturais da micronação.

Nos tempos do principado, foi comum a utilização de uma versão da bandeira na qual a faixa central era dourada - supostamente representando a existência de ouro no território de Orange. Há controvérsia quando à cor da faixa na bandeira original, mas estudos realizados pela Universidade de Orange indicam que, embora a versão dourada tenha se tornado mais conhecida, a primeira bandeira confeccionada teria sua faixa branca. De qualquer forma, a faixa branca é utilizada oficialmente desde a proclamação da República. Passe o mouse sobre a bandeira para ver a versão com faixa dourada.

 

AS ARMAS

 

O Escudo de Armas de Orange foi criado pelo então constituinte Peter MacLeod e adotado em 20 de Março de 2000. É composto por um escudo contendo dois leões segurando uma espada, ladeado por folhas de parreira, com uma estrela e dois cachos de uva acima. Em sua faixa lê-se a mensagem "Tempora Mutamor Et Nos Mutamor In Illis". A parreira e as uvas simbolizam a maior riqueza oranger: suas maravilhosas vinhas; a estrela simboliza a liderança; os dois leões simbolizam a força e a coragem necessárias para equilibrar a espada da justiça sempre. A mensagem da faixa significa: "Os tempos mudam, e nós mudamos com eles", anunciando que as tradições não podem ser maiores que o desejo de liberdade do povo, numa alusão à proclamação da república.

 

O HINO

 

O atual hino nacional de Orange foi criado por Alexandre M. Lima e instituído pelo Ato do Hino Oficial da República, de 02.09.02. O hino antigo tem autor desconhecido e não estava musicado.

 

Do fundo de corações nobres ecoou 
Um grito de liberdade e justiça 
No mês de novembro o povo levantou
A nação mais bela nunca antes vista

És nosso viver,
És nossa pátria,
Tu, bela Orange!

Em sua terra plantamos energia
O mar é azul, fonte de prosperidade
Pro mal esta nação nunca se renderá
Com ferro e fogo a vitória crescerá

És nosso viver,
És nossa pátria,
Tu, bela Orange!


 

armas de órgãos e províncias

 

 

PRESIDENTE DA REPÚBLICA

 

As armas do Presidente da República foram criadas por Lúcio Costa Wright. Têm no escudo central dividido em laranja e azul (as cores predominantes da bandeira de Orange), um cisne na parte de cima - que em heráldica simboliza a beleza, a poesia e também a dignidade - e embaixo, no campo azul, um ramo com três laranjas, simbolizando as três províncias que formam a República de Orange - Pirraines, Lafayette e Utrecht. A bandeira do lado esquerdo, com a flor de lis no centro, lembra a colonização francesa, e a do lado direito, com as cores azul e laranja, a colonização holandesa. Abaixo, a divisa: Otium Cum Dignitate - que significa "Descanso com dignidade", significando que Orange seria um hobby digno de ser vivenciado.
"Escudo antigo de blau (azul), com um ramo de laranjeira, de sua cor, com três galhos, dois terminando no chefe e o central no coração, e cada um rematado com uma laranja também na sua cor; com um chefe de alaranjado, carregado de um cisne em repouso, de sua cor. Timbrando o escudo, um sol radiante de ouro. Suportes: dois leões de ouro, armados e lampassados de goles (vermelho), com as patas apoiadas num terreno de sinople (verde), e cada um sustentando uma bandeira quadrada, a da direita de blau com uma flor de lis de ouro, franjada do mesmo, e a da esquerda, de alaranjado, cortado de blau, franjada de ouro, com as hastes passadas em aspa, por traz do escudo, e fincadas no terreno. Como divisa, a legenda: Otium Cum Dignitate de sable (preto), inscrita num listel de prata". (Alberto Fioravanti)

 

PROVÍNCIA DE PIRRAINES ORIENTAL

 

O escudo de armas da Província de Pirraines tem as cores azul e branco, no centro das quais distinguem-se duas piranhas - por isso o nome Pirraines. O simbolismo do número dois faz recordar o território pirrainense cortado pelo rio Oiapoque. Sobre o elmo, ditingue-se uma coroa de Duque, para nos recordar que um dia Pirraines já foi um Grão-Ducado. Acima da coroa, um pelicano, em homenagem ao "Pelicano Amaconhado", lendário prato da Real Adega e Taverna Social, localizada na cidade de Lorraine Orange, na Província de Pirraines. Obra de Lúcio Costa Wright.

 

PROVÍNCIA DE LAFAYETTE

 

O escudo de armas de Lafayette foi criado por Jean Tisserand - um dos fundadores de Orange - na década de 1960, para a República de Lafayette, então uma micronação independente. Não há registros sobre o simbolismo utilizado Tisserand.

 

PROVÍNCIA DE UTRECHT

 

O escudo da Província de Utrecht, também criado por Lúcio Costa Wright, é um símbolo intimamente ligado ao símbolo da província homônima holandesa, também lembrando o nome do Tratado entre Portugal e França que dividiu suas terras na região onde hoje estão localizados o Amapá e a Guiana Francesa. O Branco simboliza paz e sinceridade e o Vermelho, magnanimidade e força militar.


2000-2002 Metropollis Development Co., Peter MacLeod